segunda-feira, 13 de junho de 2011

"Rösti" recheada, ...entre aspas porque eu tendo a dar uma abrasileirada .....



Cabe uma curiosidade sobre "Hösti".
Dessa palavra surgiu: Röstigraben, seria a fronteira entre a Suíça mais francesa da Suíça mais alemã!! O hösti é mais apreciado pela Suíça alemã.
Os mais tradicionais ralam as batatas previamente descascadas, deixam de um dia para o outro na geladeira e bla bla bla. É muito pra mim. Fico 14 horas pra fazer o doce de leite argentino mas é que o perfume fica no ar!!
Aos domingos não gosto de muito trabalho na cozinha, sempre foi assim na minha casa, na casa da minha mãe, na minha avó! Domingo é dia de "conviver" sem os atropelos do dia-a-dia, sem pressa. Se tiver muita gente vira churrasco, sempre.
Como íamos almoçar eu, mamãe e meu irmão mais velho. Decidi pelo hösti que, com uma bela salada verde, já basta! Daí meu outro irmão chegou e eu parecia uma pessoa na grelha de hamburguer fazendo hösti!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Sempre coloco bacon mas..., quando fui pegar lembrei-me do comentário de um amigo sobre "como tem bacon nas suas receitas", daí não coloquei!! rsrsrsrs Fica ótimo com bacon, inclusive ele é tipicamente feito com bacon!! O que um hösti tem que ser é: crocante!




Ingredientes:
800g de batata ralada (no lado que chamamos de "lágrimas");
200g de queijo parmesão ralado (na hora de preferência);
sal a gosto;
pimenta do reino a gosto.

Recheio:
Linguiça calabreza ralada (usei 2);
1 cebola picada;
2 dentes de alho amassados;
um fio de azeite;
salsinha a gosto;
pimenta calabreza a gosto;
fatias de queijo tipo mussarela.

Modo de preparo:
Lavar muito bem as batatas porque elas serão cozidas por 5 minutos com a casca!! Depois de cozidas levar para a geladeira até esfriarem, eu coloco no congelador mesmo. Daí eu programei minha geladeira para "compras" (amo isso) o que faz com que ela gela mais!! Quando as batatas estiverem frias é só descascar e ralar. Aí cabe uma consideração: ao ralar fazer sempre pra baixo, não ralar a batata subindo.Dessa forma as "tirinhas" raladas ficam uniformes. Coloque as batatas raladas em uma vasilha e misture o queijo, e os temperos.Reserve.

Modo de preparo do Recheio:
Coloque a calabreza previamente ralada em uma panela e leve ao fogo, deixando-a soltar a própria gordura. Caso necessário use o azeite para que você possa fritar: a cebola, o alho. Junte a pimenta e a salsinha. Tá pronto. Fiz isso enquanto esperava as batatas esfriarem.

Nesse momento acenda o forno, você precisará dele!!

Montagem:
Forre uma frigideira antiaderente, a colheradas, com as batatas. Dê uma leve apertadinha, pressionando as batatas para que fiquem firmes e unidas! Quando ela começar a soltar da frigideira, coloque o recheio. No meu caso foi: 1 fatia de mussarela, uma porção da calabreza refogada e outra fatia de mussarela. Depois coloque colheradas das batatas por cima e vá cobrindo todo o recheio. Nada de exageros, lembre-se: CROCANTE!! Depois você precisará virar, ..eu utilizo sempre um prato. Deixe fritar mais um pouco, até pegar uma corzinha. Depois é só colocá-la em um pirex e levar ao forno até dourar !! Assim fica bem crocante, asseguro!!























                     Aqui ela está indo ao forno, tá?!?

E hoje é dia de Santo Antônio morro de dó dele. Essas simpatias , tadinho como sofre!! Fica de cabeça pra baixo, tiram a criança dele, colocam no congelador. Por isso tem que ser santo mesmo. Cheguei a comentar isso hoje na minha página do Facebook.

Tenho lembranças lindas do dia de Santo Antônio.

Eu nasci em Uruguaina/RS e morei lá até meus 4 anos. Minha casa era do lado da igrejinha de Nossa Sra do Carmo. Enquanto passava a matéria sobre o santo casamenteiro eu falei pra mamãe que me lembrava de irmos buscar um pãozinho de Sto Antônio. Lembro-me que minha mãe me vestia igual uma bonequinha e meus irmãos também bem arrumadinhos - íamos os 3, eu sempre ladeada por meus irmãos. Quando o monge entregava o pãozinho nós saímos correndo pra casa para vermos a mamãe colocar o pãozinho dentro das latas de mantimentos. Um ficava na lata do arroz, outro na do feijão e ou na do açúcar - o pãozinho é para que não faltasse alimentos em casa. Lembro da igrejinha, das escadarias e, mais que tudo, lembro-me da fé e da preciosidade que era receber aquele pãozinho.

Essa é a foto da igreja de Nossa Sra do Carmo e esse prédio tá no lugar da casinha onde eu nasci e morei.





obs.: as fotos foram tiradas meio que no desespero -entre uma hösti e outra.

7 comentários:

Gina disse...

Lina,
Fiz poucas vezes, mas gosto muito.
Nunca usei o forno.
Histórias, lendas e lembranças sempre andam de mãos dadas. Se puderem incluir sabores, aí estarão irremediavelmente eternizadas.
Saudade de você!
Bjs.

Lina Jehle disse...

Minha querida,
estive no médico semana passada e, acredite, agora é q a coisa vai apertar. Pensei q tava acabando e o final é q é mais complicadinho. Nada q bom humor e alegria não consigam resolver!!

Como eu disse recentimente pra uma amiga: Eu nasci junco - envergo mas não quebro!! rsrsrsrsr
Devagar eu saio dessa, te prometo!! E ainda vou passear pelo Paraná !!

bjs, fica bem e te cuida!!
Cris

satya disse...

Sou vegetariana, mas vou tentar essa recita sem o presunto, acho que vou tentar usar cogumelo e tomate seco como substitutos. Não sou muito boa na cozinha e sempre tive medo dessa recita, mas como as fotos que vc postou, fiquei mais encorajada. Obrigada.

satya disse...

*receita

Lina Jehle disse...

Satya,
o mais interessante é q meu irmão mais velho é VEGETARIANO !! rsrsr Só que descobri que, aqui em casa, linguiça calabreza NÃO É CARNE!! kakakakakakak
Eu acho que ficaria maravilhoso com tomate seco e gorgonzola!! ^^

Maria Lúcia disse...

Oi
Gosto de ver essas delicias
e você contando as novidades.
Se cuide pra ficar boa logo.
Beijos...
Lúcia

Lina Jehle disse...

Lúcia, pode deixar que eu to fazendo tudo certinho, viu? Sou obediente com médico, q só!!
Também sou a única cliente dele que tem uma boneca azul me homenageando, ele que preste atenção e xele por mim!!
Obrigada pelo carinho, também fico com saudades daqui, de vcs todas!!
bjs, fica bem e te cuida
Lina