domingo, 7 de setembro de 2008

De morangos à Fraisier !!

Minha amiga trouxe-me morangos da Estiva, to devendo uma pavlova pra Lúcia !! rsrsrsrs
Daí pensei em algo pra fazer ou em congelá-los. Decidi fazer uma torta francesa que minha mãe tem a receita faz muito tempo, ela sempre foi daquelas que recortam receitas de embalagens, de revistas, de jornal. Essa receita é de uma revista e consta no enunciado dela que foi elaborada por Philippe Brye. A base é uma génoise. Achei que ficou linda e muito gostasa !!
Génoise:
06 ovos;
185g de açúcar;
185g de farinha de trigo;
50g de manteiga derretida;
baunilha (por minha conta)

Modo de fazer:
Coloque os ovos e o açúcar numa panela pra esquentar um pouco (em todas as outras receitas de génoise que fiz sempre manda colocar em banho-maria), fiz isso morrendo de medo, juro. Em seguida, bata a mistura por 15 minutos na batedeira ou até ela triplicar de volume. Deu certo, pode ?!?!? Até essa hora eu tava morrendo de medo!! kakakkaka Depois, acrescente pouco a pouco a farinha de trigo e, por último, a manteiga derretida. Daí eu coloquei umas gotinhas de baunilha. Despejei a massa numa forma de torta untada com manteiga e enfarinhada e levei pra assar em forno médio (180º) para assar 35-40 minutos ou até dourar.

Agora sim vamos pra a torta do Sr Philippe Brye:


ingredientes:
01 génoise;
500g de morangos;
200g de manteiga sem sal;(gelada)
80g de geléia de morango (eu fiz na hora);
Creme mousseline:
1/4 de litro de leite;
90g de açúcar;
03 gemas;
1 colher (sopa) de amido de milho;
01 colher (sopa) de farinha de trigo;
manteiga para pincelar o creme depois de pronto.
calda de conhaque:
100g de água;
60g de açúcar;
50g de conhaque.

Modo de fazer:
Creme mousseline - Ferva o leite numa panela. À parte, bata as gemas com o açúcar. Acrescente a farinha e o amido, misturando muito bem. Adicione um pouco do leite quente , volte a misturar e despeje no leite que restou na panela. Leve ao fogo alto, trabalhando rapidamente com o batedor de ovos, até engrossar. Retire, pincele a superfície com manteiga, para evitar que frme uma crosta, e deixe esfriar levando à geladeira logo em seguida até que fique bem gelado. Assim que estiver gelado bata o creme juntamente com a manteiga gelada (200g) por 10 minutos, acrescentando aos poucos a geléia.
Calda de conhaque - Ferva a água com o açúcar, deixe esfriar e adicione o conhaque.

Para montar a torta, use uma forma de aro removível de 5cm de altura e 20cm. Coloque no fundo uma rodela da génoise de mais ou menos 1cm de espessura. Regue-a com metade da calda de conhaque e espalhe 2/5 do creme sobre toda superfície. Sobre esse creme, assente em toda volta da forma metades de morangos (cortados de comprido), apoiados contra o aro pelo lado do corte.
Distribua o resto dos morangos inteiros sobre o creme, comprimindo-os bem, e cubra com mais 2/5 do creme. Coloque a segunda parte do génoise, como se fosse uma tampa. Com uma faca afiada corte-a ao nível do aro, retirando a parte que excedê-lo. Regue esta camada com o restante da calda de conhaque e cubra-a com a última porção do creme, nivelando bem. Leve à geladeira por 2 a 3 horas, para ficar bem firme, decore a seu gosto !!

5 comentários:

laila disse...

q torta chiquetérrima!! ficou linda mesmo!!bjs

Lina Jehle disse...

Fica bonita, né ?!? Menina, essa receita é daquelas q deve ter uns 30 anos. Que tá amarelando o papel !!

kakakakak
bjs

Célia disse...

Que blog mais lindo e saboroso .Parabéns amei.Beijosssss.

Lina Jehle disse...

Mas não se cmpara aos chás !! kakakakakaka

Obrigada, querida !!

bjs

osvjor disse...

Oi, Lina, vi que vc visitou meu moribundo blog e agradeço suas palavras gentis. Infelizmente, ando trabalhando muito mais do que gostaria e há muito tempo não posto nada lá, uso a página apenas pra chegar a blogs que estão linkados. Não que o mundo esteja perdendo alguma coisa com isso, mas às vezes penso em retomar o que eu havia imaginado praquele espaço e o negócio fica só no pensamento mesmo. Eu não lembrava do blog da Laila, mas vi aqui que é aquele me deu uma fome desgraçada (eu tava no plantão da madrugada, sem comer nada). O seu blog não fica pra trás, também dá muita fome. Quando a gente tá assim, na correria, só pensa nessas coisas básicas, comida, sexo, ar etc. Impressionante. Bom, talvez eu vá à Argentina em outubro (se aquilo lá não acabar antes) e aí vou provar o doce de leite nativo. Como sou uma besta ignorante, não sabia que o doce é famoso. Beijos e t++