quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Redescobri "Maricotinha", dezembro é mês de acalentar a memória !!

"Há de haver algum lugar
Um confuso casarão
Onde os sonhos serão reais
E a vida não
(...)
Um lugar deve existir
Uma espécie de bazar
Onde os sonhos extraviados vão parar "

ela começa cantando essa música do Chico Buarque e do Edu Lobo.

E, sem nenhuma razão eu me prendo nesses versos. Penso que a "esperança" de um Natal melhor para todos e o desejo ilimitado para que o Bem perdure nesse ano que se inicia!! Ainda existe a chance de não extraviar nenhum sonho !!

Então entre meus afazeres eu e Maricotinha pensávamos nos mimos para as pessoas que estão entrelaçadas em nossas vidas.
Hoje eu meio que divido a maternidade do Pedro, engraçado, né ?!?!! rsrsr Quado o Pedro foi pra Juiz de Fora ele não foi hospedado pela tia Flávia, ele foi perfilhado por ela, foi adotado pela Tia Betinha e ajudado pela Ligia !! Só quem tem filho longe sabe o que isso faz, .... é uma ausência-presente. Só que ao ver que meu filho esta sendo zelado, com todas as preocupações que eu sempre tive. Chegamos ao ponto de, em meio a uma conversa, chorarmos pelo nosso filho ser o cara que é. kakakka
Imagina, se uma mãe coruja já é o ó do bobó, duas !!! ixiiiiiiiiiiii
Como o Hugo está indo pra lá pra ver o Dudu Lima e o Stanley Jordan tocarem juntos vou mandar por ele uns biscoitinhos de Natal, certo ?!?! Para que tudo desse certo era fácil era só pegar uma receitinha da "Santa Laila", minha mais nova amiga de infância !! kakkaka.
A receita eu tinha eu só não tinha onde colocar, ...daí arrumei duas latas e resolvi ir na casa de uma amiga, a Guiomar, e lá passamos a tarde fazendo umas latas natalinas !!
A receita é igualzinha que nem como !! kakkakakak

Ingredientes:
4 1/2 xíc de farinha de trigo com fermento
3 colh de chá de gengibre moído(desidratado)
2 colh de chá de canela moída
1 1/2 colh de chá de cravo moído
1 colh de chá de noz moscada moída
185 grs de manteiga em cubinhos
220 grs de açúcar mascavo
180 grs de melaço
2 ovos batidos

Modo de fazer: Misture a farinha com as especiarias e a manteiga, até ficar arenoso. Junte o açúcar, o melaço e os ovos, e bata mais um pouco para unir a massa. Cubra-a com filme plástico e refrigere por 1 hora.pré aqueça o forno a 200°C.Estire a massa com 5 mm de espessura e corte-a como desejar(usei o florês e outras coisinhas). Coloque os biscoitosem assadeiras untadas e forradas com papel manteiga e asse por 12 min, ou até que as bordas dourem.
Daí eu coloquei os biscoitos nas latas: a lata maior era de um biscoito antigaaaaaaaaaaaa, era vermelha e cheia de propaganda e a outra é de um leite em pó !!






"Sou eu, eu mesmo, tal qual resultei de tudo,
Espécie de acessório ou sobressalente próprio,
Arredores irregulares da minha emoção sincera,
Sou eu aqui em mim, sou eu.
Quanto fui, quanto não fui, tudo isso sou.
Quanto quis, quanto não quis, tudo isso me forma.
Quanto amei ou deixei de amar é a mesma saudade em mim." (Álvaro Campos)



NAMASTÊ

7 comentários:

laila disse...

mas em q sincronia estamos!! q delicia!! eu nao quis avisá-la pra faezr surpresa mas quem se surpreendeu fui eu!

sorte do pedro que tem o carinho absurdo das 2! lindos versos e obrigadissimo por td carinho!

bjs querida!

Laurinha disse...

lindinhos assim.... adoraria!
Beijinhos

Talita disse...

Que gracinha de bolachas! Devem estar deliciosas!

angela disse...

um luxo! amei.

Ronaldo Rossi disse...

adorei a sua mensagem, a labrador chama Whoppie Goldberg, ela é nossa há 7 anos quase, veio filhotinha e destruidora. o Shi-tzu chama Otto Sauerkraut, ele já veio grande, hahaha, desculpa força de expressão, já veio adulto mas permanece um tampinha. Dos gatos, a mãe chama Kika, minha sobrinha escolheu, e é uma daquelas histórias bacanas, no começo ela era super arisca, não deixava ninguém chegar perto, mas veio se chegando e em um dia desses eu estava fotografando para um livro de macarrão, e a gatinha entrou e sentou no sofá, passou os outros quatro dias na mesma posição, a fotógrafa entrava e ela entrava junto, não levantou o focinho nem pra ver o que eu estava fazendo e olha que eu fotografei frango, carnes, peixes, camarão e mais um monte de coisas que poderia deixa-la ao menos curiosa.
No final do quarto dia quando a peguei no colo percebi que ela estava barriguda, algum desgraçado deve ter percebido isso também e a colocou na rua, ai ela ficou, teve 5 gatinhos, nós demos 3, que temos notícias e sabemos que estão muito bem e ficamos com 2, eu não acho que os animais devem ser solitários, dos filhotes o macho eu chamo de "gato", criativo não? e a fêmea eu chamo de Moustafá, ela é peludona como era um gato do Lima Duarte em uma novela ai.
na foto do seu comentário eu escrevo somos loucos por cachorro, e somos mesmo.
vamos linkar os blogs?
aguardo resposta
beijo pra vc, pra cachorrada e pros gatos

Ronaldo Rossi disse...

eu não sei em que categoria vc costuma cadastrar outros blog, acredito que ou seja em meus blogs preferidos ou nos blogs que acompanho, de qualquer forma já linkei o seu, eu já tive rato em casa, no meio da madruga tb, foi um inferno.
beijão

Anna disse...

Oi
conheci seu blog, e achei a receita dos biscoitos de gengibre etc. que estava procurando, pois ganhei e goste.
Gostei muito do seu blog
beijos